Joelma sobre show em Teresina: ‘Orei para que não acontecesse o pior’

show_calypso
O show da banda Calypso na madrugada deste domingo, 4, em Teresina, no Piauí, foi um climão total e a polêmica continua. Através de sua assessoria de imprensa, Joelma se manifestou afirmando que a conturbada apresentação aconteceu apenas em respeito ao público. De acordo com a assessoria da cantora, o comportamento triste de Joelma no palco “justifica-se pelo receio e temor de sua integridade física e dos membros da equipe, já que a instabilidade emocional e desequilíbrio demonstrado por Chimbinha ao longo destes anos agravou-se ainda mais quando a situação tornou-se pública”.

Ainda segundo o comunicado enviado à imprensa, nos bastidores “todos os músicos, bailarinos e técnicos estavam em pânico e com medo do que poderia acontecer; inclusive alguns sofreram ameaças verbais do guitarrista”.
Joelma disse que chegou a rezar no palco: “Minha postura no show de ontem foi em função do medo de estar próxima a ele. Tive receio e fiquei com os olhos fechados orando para que não acontecesse o pior. Peço que compreendam e saibam que somente por Deus e pelo amor e respeito aos fãs eu me dispus a entrar no palco e fazer o show”.
A cantora afirmou ser vítima de violência doméstica e disse que se expôs publicamente apenas para ajudar outras pessoas que passam pela mesma situação, mas contestou a decisão judicial que permitiu que Chimbinha voltasse a tocar a seu lado. “Respeito a decisão da justiça do Pará que permitiu a volta de Chimbinha aos palcos e ao trabalho, mas a minha integridade física e da equipe tem que ser respeitada e garantida. As nossas vidas valem mais do que qualquer direito ao trabalho e mais do que a vaidade de uma pessoa instável comprovada por pessoas próximas e que inclusive já tomaram coragem de vir a público se manifestar. Pelo que sei, a garantia a vida se antepõe aqui a qualquer outro direito”, falou.
Joelma garantiu que toda a confusão não se trata de uma jogada de marketing e agradeceu o apoio que vem recebendo. “Quero agradecer o apoio, palavras de carinho, orações e a cada abraço que tenho recebido de todos pelos lugares onde passo. Meu mais profundo agradecimento e respeito”, disse.
Show conturbado
Após ser liberado por liminar para voltar a se apresentar com a banda, Chimbinha saiu do palco sob vaias do público durante show e deixou Joelma seguir a apresentação sozinha. Os dois não se apresentavam juntos desde o dia 4 de setembro.

Segundo gerenciador de crise contratado pelo guitarrista, Mauro Netto, Chimbinha ficou sozinho no palco durante os vinte minutos iniciais do show, enquanto Joelma relutava em entrar e permanecia nos bastidores. Após o ingresso da cantora na apresentação, o casal permaneceu junto por cerca de uma hora. “Quando percebi que se continuasse no palco a Joelma não acabaria o show devido estar emocionalmente impactada, decidi sair. Afinal, o meu compromisso com o público e com os fãs é maior do que tudo. O show deveria continuar, pois como sempre digo a Calypso é maior do que eu e a Joelma. Cumpri meu dever profissional”, disse Chimbinha através de comunicado.
Já na manhã deste domingo, 4, o guitarrista da Calypso disse que está tranquilo depois de um mês longe dos palcos e que apesar de ter ciência de que tem que cumprir todos os compromissos assumidos até o dia 31 de dezembro, não quer mais nenhum atrito profissional com ex-mulher. “É hora de deixar as lágrimas e a tristeza pra trás e seguir em frente com novos projetos. Deus me fortaleceu até aqui e estou pronto para recomeçar com algo inovador e que agrade aos meus fãs. Aguardem”, completou.
Fonte: Ego
Compartilhar no Google Plus
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial