Anitta e Pabllo Vittar causam na Parada Gay em São Paulo

Cantoras fizeram público delirar durante suas apresentações

Em sua 21ª edição, a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo aconteceu neste domingo (18) em São Paulo levou milhares de pessoas para Avenida Paulista e proporcionou uma grande festa para os presentes. Com 19 trios elétricos, o evento contou com a presença Daniela MercuryNaiara AzevedoMárcia Freire, Lorena Simpson, apresentação da festa Chá da Alice.
Apesar de tantos nomes que fizeram uma apresentação incrível, duas atrações acabaram roubando a cena do evento, foram elas a poderosa Anitta, que ainda foi coroada musa do evento e também a cantora Pabllo Vittar. As cantoras que são dois ícones no momento no cenário pop, enlouqueceram o público.

(Reprodução/Instagram)

Enquanto Pabllo já se apresentava em um dois trios e fazia o público ferver com sua performance, a cantora Anitta tentava chegar ao evento e uma multidão ao ver a poderosa se aproximando cercou a dona da "Paradinha" numa tentativa de tirar uma foto ou fazer um vídeo. A multidão em torno da Anitta foi tão grande que em cima do trio Pabllo pedia: "Deixem a Anitta passar".

(Reprodução/Instagram)

Após a pequena dificuldade em chegar a poderosa subiu ao trio e como já havia anunciado anteriormente, fez apenas uma pequena participação cantando quatro músicas, devido aos compromissos profissionais que já tinha marcado quando foi convidada para a Parada Gay. Em suas redes sociais, a cantora ainda agradeceu à todos pela homenagem recebida.
“Uma honra ser homenageada, coroada e literalmente tratada como rainha hoje na Parada Gay de São Paulo. Sou eternamente grata à todas as alegrias que este público me proporciona na vida. Espero poder sempre usar minha força para levantar a bandeira da liberdade, do respeito e da coragem à todos os cidadãos independente de sua orientação sexual. Ver crianças, famílias e todo tipo de gente se divertindo em massa na paz e na alegria em prol dessa mensagem foi lindo. E a mensagem é essa… Se respeitem, se amem, não se julguem… todos precisam ser incentivados a assumir o que são e não serem punidos de nenhuma forma por isso. Por um mundo sem hipocrisia e consequentemente mais honesto e feliz! Feio é não ter caráter, feio é não ter respeito ao próximo… ser gay não… ser gay é apenas ser humano. Muito obrigada por me proporcionarem tamanha experiência. E quero voltar na próxima pra fazer um show inteiro nesse evento surreal”, agradeceu Anitta.


FONTE: CLAUDIA MAGALHÃES/SUA MUSICA
Compartilhar no Google Plus
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial