Valesca Popozuda lança versão de 'Beijinho no Ombro' sobre sororidade

Cantora se apresentou no Barra Music e lançou uma versão especial do hit 'Beiinho no Ombro'

A cantora Valesca Popozuda lançou uma versão diferente do sucesso "Beijinho no Ombro" na última sexta (07) no Barra Music. Mesmo a música sendo um grande hino, Valesca topou de cara o convite da Seda para mudar um pouco a letra por conta de uma causa tão nobre que é a sororidade.

(Reprodução/Instagram)

Considerada uma mulher forte e sendo referência para muita gente por conta de sua história de vida, a cantora contou ao Sua Música que se considera feminista e que acha fundamental a união das mulheres. "Eu digo que eu nasci de um útero feminista e sempre lutei pelo feminismo. Mas no início da minha carreira o meu público era muito masculino e quando eu parei para pensar e cantar eu falei eu não quero mais os homens ali na frente gritando 'gostosa', eu quero as mulheres ali na frente comigo para gritar por liberdade, para dizer eu quero, eu posso. Quando eu recebi o convite para falar de sororidade aceitei na hora", revelou Valesca.

Considerada a diva do funk, a cantora que é sem sombras de dúvidas uma embaixadora do ritmo falou também sobre o projeto que pede a criminalização do ritmo e sem papas na língua ela soltou a real sobre o tema. "Acho que tem tanta coisa precária em nosso país como educação, saúde para se preocuparem e não deveriam atacar o funk, a intenção aqui é fazer as pessoas dançarem e serem felizes. O funk é a realização de sonhos de muitos, é um ritmo que da oportunidade de crescimento e tira muitos das ruas, dos crimes. O funk é para dançar, para ser DJ, para produzir. O funk abre portas e inspira sonhos", desabafou Valesca.

FONTE: CLAUDIA MAGALHÃES/SUA MUSICA


Compartilhar no Google Plus
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial