Evento no Pelourinho celebra o aniversário do Olodum

O bloco afro, forte representante da música baiana, completa 39 anos
São quase quatro décadas de história, uma contribuição com essência e perfume da rosa, caminhos que levam ao Olodum, grupo que se tornou patrimônio cultural imaterial da Bahia.
O Bloco Afro celebra 39 anos de sucesso, uma homenagem ao "Tributo a Ranavalona III", em grande estilo: a comemoração acontecerá na Praça Pedro Arcanjo, no dia 29 de abril, às 14 horas.
A programação contará com o melhor do Samba Reggae, com a presença de grandes nomes da música baiana, antigos vocalistas e da atual ala de canto do Olodum. E a celebração continua, abrindo as festas dos 40 anos a serem celebrados em 2019, com filme, cursos, seminários e a realização, este ano, de outros eventos na Bahia, em outros estados do país e no exterior.

(foto: reprodução da internet)

O show do próximo dia 29, no Pelô, contará com repertório repleto de canções que marcam a história do grupo, desde o primeiro disco lançado, na época em LP, como Eu Falei FaraóAvisá Lá, Rosa, Alegria Geral, Ladeira do Pelô e Protesto Olodum. O show terá ainda mistura de músicas com conteúdos que levam à reflexão sobre a importância de uma cultura de paz.
Foi em 25 de abril de 1979, no Centro Histórico de Salvador, que nascia o Bloco Afro Olodum. Criado apenas para desfilar no carnaval, proporcionando aos moradores do centro antigo da capital baiana, a oportunidade de curtir a folia de forma organizada, o Bloco se transformou em uma das mais importantes instituições da cultura negra afrobrasileira. O Olodum semeou a ideia de que é possível realizar, fazer cultura, arte, educação e transformar um bairro inteiro e, ao longos, deixar sementes plantas por todo o mundo.
O Olodum se consagrou como um dos grupos musicais brasileiros de maior prestígio internacional, já tendo se apresentado em trinta e sete países, em todos os continentes e com grande sucesso de público e vendas, de música e cultura por onde se apresentou no mundo. Por onde toquem os tambores do Olodum, pulsa o coração da Bahia, com a vibração positiva de uma história marcada pela musicalidade e cidadania.
A Banda Olodum revolucionou a linguagem da música brasileira e do carnaval baiano por meio da criação do Samba Reggae, com sucesso, aceitação popular e também pela crítica. O surgimento deste novo gênero musical veio como um divisor de águas na musicalidade mundial, o que aproximou do Olodum, grandes artistas e concretizou a realização de parcerias nacionais e internacionais.

(foto: Magali Moraes)

FONTE: SUA MUSICA
Compartilhar no Google Plus
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial